frutas secas
Upload feito originalmente por Laís


Para ler ouvindo. E depois assistir.


Eu vou-me porque não quisera amar mais, desistiu dos sonhos, de tudo o que eu fiz. Enfrentei o que antes não me importava mais, aquilo que eu, tola, afoguei.

Não quisera mais dar-me filhos do amor. Os filhos do amor eram os beijos, o abraços, as mãos dadas no escuro, os risos nos olhos, as corridas ao lugares secretos…

Morri em mim mesma e esse é um adeus. Se eu fosse jovem, fugiria dessa cidade, beberia até morrer. Assisto eles rasgarem o silêncio de nosso acampamento. Começou a estação das caças aos amores Romeu & Julieta.

update: download da música aqui.

Quem está ansioso por Capitu? Assistam e depois me digam o que achou.


Pout
Upload feito originalmente por orangeacid

O que uma pessoa normal faz quando entra de férias?

Ouve Spice Girls!

Agora tudo é festa, até março!

1

sem-titulo

terapia

Essas e outras delícias de micro-contos na página do autor, Samir Mesquita. Eu me apaixonei pela idéia, super criativa. Vale a pena ler outros contos – e adquirir o livrinho – .

Vi no bem legal “Bem Legaus!“.


sss..
Upload feito originalmente por gogoboy

Já não é toda bela assim.
Se você quiser ajudar, a melhor forma agora é em doações em dinheiro. Enviar roupas e mantimentos é uma etapa mais para frente.

Para doar, é o seguinte:
– Banco do Brasil (BB)
agência 3582-3, conta corrente 80.000-7

-Banco do Estado de Santa Catarina (Besc)
agência 068-0, onta corrente 80.000-0

O depósito deve ser creditado ao Fundo Estadual de Defesa Civil-Doações (CNPJ: 04.426.883/0001-57).

UPDATE: E aqui no ES – doações
Pontos de arrecadação

– Secretaria Municipal de Ação Social (Semas)
Avenida Champagnat, 521, Praia da Costa, Vila Velha
Telefones: 3185-5614, 3185- 5602 ou 3185- 5607

– Teatro Municipal de Vila Velha
Praça Duque de Caxias, Centro

– Sede do projeto Aprender Fazer e Vender
Pracinha de Coqueiral de Itaparica
Telefone: 3389-6183

– Tenda especial
Praça Duque de Caxias, a partir desta sexta-feira (28)

Lista de prioridades
– Roupas diversas (crianças, mulheres e homens);
– Roupas de cama;
– Calçados de todos os tamanhos
– Colchões / colchonetes;
– Fraldas descartáveis de todos os tamanhos para crianças;
– Alimentos não perecíveis (arroz, feijão, carne de sol, sardinha, atum, óleo, macarrão etc.);
– Leite e biscoito para as crianças;
– Leite em caixinha, leite em pó, mucilon, cremogema, creme de arroz, maisena
– Cestas básicas;
– Carnes em conserva;
– Galões de água
– Móveis
– Eletrodomésticos em bom estado (fogão, geladeira, etc)

R$ 1,00 agora vai ajudar, e muito.

Que Deus abençoe as pessoas desabrigadas…

Aproveitando a chuva, decidi matar aula pra ficar em casa e adiantar alguns trabalhos de faculdade. Dentre os trabalhos finais, eis um deixado para última hora – sempre tem um desse… – para a disciplina de Psicologia Comunitária, que na verdade estuda a temática “Família”. Estou bem eu escrevendo sobre as mudanças no conceito de família, sobre as questões de mães/pais solteiros, homoparentalidade e sobre a questão dos papéis dentro da família, sobre os filhos poderem e terem o espaço de ensinar os pais…

Daí meu telefone celular toca. Meu pai. A pergunta do outro lado: “Filha, você sabe a minha senha do msn?”. “Pai, você não decorou?” “Liguei pra Laisa mas ela também não sabe… vê aí pra mim quantas bolinhas são…”

É uma pena trabalho científico de faculdade não incluir peripécias da vida privada. A não ser, claro, que tenha uma singela “Ambrósio et al, 2008″ no final da citação.

ps: e faltam quantos dias mesmo para as férias?

Eu quero!

Eu quero!

Interessados em agradar uma singela blogueira, por favor, peça o endereços nos comentários. =)

ps: primeiro post sem fio! tão legal… ^^